• Igreja Presbiteriana de Araraquara

Mensagem: GRÃO DE MOSTARDA


ATÉ OS CONFINS...

No livro de Atos dos apóstolos podemos observar o crescimento expansível do reino de Deus, saindo de Jerusalém e chegando aos confins. O último capítulo do livro ainda deixa claro que o crescimento do reino dos céus ainda está em andamento.

Sabemos que as estatísticas não expressam com fidelidade a realidade do reino dos céus aqui no Brasil, mas serve para mostrar que o crescimento ainda continua.

No mundo o crescimento também é presente, todos os anos milhares de pessoas são alcançadas pela pregação do evangelho do Reino dos céus, apesar da maioria dos que se declaram cristão NUNCA ter falado para ninguém sobre a salvação em Cristo Jesus.

Sabemos que o crescimento apesar de depender de Deus, requer de nós um compromisso para proclamar as verdades do reino.

A Parábola do grão de mostarda, em MATEUS 13.31-32, foca sobre: O CRESCIMENTO EM EXTENSÃO DO REINO DE DEUS.

É NATURAL - “Tomou e plantou”. O crescimento segue a ordem regular das coisas. Aqui vemos exclusivamente a ação soberana de Deus. Ele foi quem plantou a semente do reino. Este reino não nasceu do coração de nenhum estadista ou outro homem. Este reino representado pelo grão de mostarda nasceu no coração de Deus. É natural, portanto, porque não depende da intervenção da ONU e de conflitos armados para o estabelecer.

É PROGRESSIVO - A menor semente - a maior hortaliça. O reino segue gradualmente em seu crescimento. Como cada célula vegetal sofre mitose, dividindo-se e formando novas células, acarretando no crescimento total do vegetal, assim cada indivíduo discípulo e concidadão do reino gera outro através da evangelização. Aqui vemos nossa responsabilidade, em ação de sinergia com a soberania de Deus.

É EXPANSÍVEL - As aves vêm aninhar-se nos seus ramos. A mensagem do reino não era apenas para o povo de Israel. O Reino, como a hortaliça, ganha espaço e recebe aves de todas as partes. Isto significa que o reino se expande à todas as nações, povos e raças. Deste modo a semente plantada germinou e dada a multiplicação, através do evangelismo, alcança a Judéia, a Samaria e até nós. Israel - Asia Menor - Europa - Ásia, África, América do Norte - América do Sul - demais confins. Somente quando a árvore alcançar todos, chegará a plenitude do seu crescimento (Mt 24.14).

Aquilo que parecia insignificante na Galiléia por volta do ano 30 d.C. transformou-se num reino sem igual, sem fronteiras, sem limites.

Nós fazemos parte disso e temos a obrigação de continuar multiplicando novas células, ou melhor, novos discípulos de todas as nações.

Ide,...FAZEI DISCÍPULOS de todas as nações”.

Rev. Everton Matheus


12 visualizações

R. Padre Duarte, 1663

Araraquara - SP

CEP: 14801-310

Siga nossa igreja:

(16) 3322-4536

ipararaquara@gmail.com

Fale conosco: