• Rev. Everton Matheus

Igreja – Agência Proclamadora do Evangelho


Qual o resultado da pregação?

Como já vimos o livro de Atos dos Apóstolos nos registra vários princípios que servem para formularmos um manual da ação da igreja cristã, principalmente no que tange a pregação da mensagem de Cristo e o cumprimento da missão: “Sereis minhas testemunhas...”(At 1.8).

Vimos que a igreja pregava porque recebeu a capacitação do Espírito Santo (At 1.8) e anunciava a mensagem em obediência ao SENHOR Jesus, para glorificar ao Deus nosso Pai (At 4.19; 5.29).

Eles pregavam uma mensagem de arrependimento e fé (At 2.38), apresentando o evangelho de modo claro e completo (At 8.35). Viviam uma vida de consagração, através da oração e do jejum (At 13;1-3), que resultava numa pregação ousada independente das tribulações e perseguições que se levantavam sobre a igreja (At 14.22).

Aproveitavam todas as oportunidades pregando em todos os lugares (At 17.17) e para todas as classes de pessoas e etnias (At 20.20-21). Estas posturas além de glorificar a Deus resultava em crescimento da própria igreja. Então, qual o resultado da pregação?

Glória do nome de Deus (At 10.45-46; At 21.20a), pois os novos convertidos engrandeciam a Deus;

Crescimento da Igreja (At 1.15; 2.40-41 e 47; 4.4 e 32; 5.14; 9.31, 16.5; 19.18-20; 21.19-20).

Vejam que vários textos indicam que o Senhor acrescentava dia-a-dia os que iam sendo salvos. O crescimento numérico da igreja é algo natural e não pragmático. Nosso alvo é obedecer e glorificar ao SENHOR, mas além disso a pregação também traz como resultado natural o crescimento numérico de discípulos e consequentemente da igreja.

Oremos para que o SENHOR nosso Deus nos conduza a pregar em fidelidade o Evangelho e nos permita vê-lo acrescentar dos seus eleitos em nossa igreja. Amém.


6 visualizações

R. Padre Duarte, 1663

Araraquara - SP

CEP: 14801-310

Siga nossa igreja:

(16) 3322-4536

ipararaquara@gmail.com

Fale conosco: