Siga nossa igreja:

R. Padre Duarte, 1663

Araraquara - SP

CEP: 14801-310

Fale conosco:

Informativos

Mensagem: Viver em igreja é viver em Celebração da Comunhão

November 5, 2018

 

 

 

“Celebraram a Festa dos Tabernáculos...” Esdras 3.4

 

     Continuando com os Princípios para o Sucesso como Igreja, baseado no Livro de Esdras, veremos que além da UNIDADE, DISPOSIÇÃO PARA SERVIR, FIDELIDADE ÀS ESCRITURAS e CONFIANÇA, é necessária uma vida de COMUNHÃO.

     O texto nos diz que o povo celebrou a Festa dos Tabernáculos. Sabemos que Deus instituiu além do Sábado outras setes festas solenes: Páscoa, Pães Ázimos (Asmos), Primícias, Pentecostes, Trombetas, Expiação e Tabernáculos. Três destas festas são chamadas de peregrinação porque exigiam a presença do povo no local que Deus havia determinado (no caso em Jerusalém).

     A Festa dos Tabernáculos é a última festa do calendário solene que o próprio Deus havia estabelecido (Levítico 23.33-43). É a conhecida festa das tendas (cabanas) ou festa da colheita. Esta festa é marcada pela COMUNHÃO entre Deus e seu povo e do povo com os seus próprios irmãos. Durante 7 dias eles deveriam habitar em uma tenda simples em comunhão e partilhar da companhia, alimentos e orações.

     A festa dos Tabernáculos aponta para o fato do Deus conosco. Remetia a promessa da vinda do Messias. Isto fica claro quando João em seu evangelho escreve: “E o Verbo se fez carne e habitou (armou a sua tenda = tabernáculo) entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai” Jo 1.14.

     Celebrar a Festa dos Tabernáculos significava celebrar a comunhão com Deus e com os demais irmãos. Eis a essência da Igreja - religar o povo com Deus e uns com os outros.

   Uma igreja que vive em Celebração, vive em comunhão e experimenta dos benefícios dessa comunhão com Deus e com os demais irmãos.

     Neste sentido o Salmo 133 indica o quão bom e quão maravilhoso ou agradável é, viverem unidos os irmãos. É nesta comunhão que Deus ordena a vida e sua benção.  Nesse contexto desfrutamos do refrigério, do renovo e das bênçãos de Deus. Agora, como desfrutar disso tudo se você não estiver presente no convívio da Igreja? Como desfrutar desses benefícios se não há o desejo de celebrar a festa da comunhão?

“Alegrei-me quando me disseram: Vamos à Casa do SENHOR." Sl 122.1. Eis aqui outra expressão, nos chamados cânticos de romagem, ou seja, os cânticos que o povo usava durante a peregrinação de suas casas e tribos até Jerusalém, que aponta para a visão do povo de Israel sobre o regozijo em vir à Casa de Deus (Igreja).

     Para uma igreja ser bem-sucedida, seus membros devem ter prazer em estar nela, conviver com os demais irmãos e principalmente sentir júbilo no fato de manter comunhão com Deus na adoração coletiva. Somos chamados para vivermos em comunhão e através dela demonstrar ao mundo que somos de Jesus e que Ele é o Salvador (Jo 17.21).

Você tem almejado estar em comunhão com a igreja? Você se alegra em vir a Casa do SENHOR? Desfrutar da companhia dos demais irmãos na adoração tem sido motivo de alegria em seu coração?

     Minha oração é para que vivamos em comunhão plena com Deus e em comunhão verdadeira com nossos irmãos e irmãs. Que o SENHOR seja glorificado através da nossa comunhão!

     Celebremos!

Rev. Everton Matheus

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

POR QUE EXISTEM TANTAS IGREJAS?

16/11/2019

1/7
Please reload

Posts Recentes

November 14, 2019

November 6, 2019

November 5, 2019

October 30, 2019

October 23, 2019

October 16, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square