Siga nossa igreja:

R. Padre Duarte, 1663

Araraquara - SP

CEP: 14801-310

Fale conosco:

Informativos

Mensagem: SEM FERMENTO

April 22, 2019

 

 

VIDA SEM FERMENTO

“...tirareis o fermento das vossas casas, pois qualquer que comer cousa levedada, desde o primeiro dia até ao sétimo dia, essa pessoa será eliminada de Israel.”

Êxodo 12.15

 

     Como é gostoso sentir o cheiro de um delicioso pão caseiro que acabou de sair do forno. Um convite a sentar diante da mesa e desfrutar de um momento de prazer. O fermento está entre as maiores descobertas do homem, imagine um mundo sem fermento! Porém, a Bíblia faz uma analogia interessante, afinal o pecado é gostoso.

     Acredita-se que o fermento foi descoberto por um acaso no Egito, por volta do ano 2600 a.C. e logo foi introduzido na confecção dos pães. Isso indica que o povo de Israel quando foi para o Egito, nos dias de José do Egito, e ali permaneceu por 400 anos, teve grande influência dessa descoberta egípcia. O fermento era sinônimo da influência dos egípcios sobre os israelitas, e na grande maioria das vezes é tratado nas Escrituras como um símbolo de corrupção, decomposição, pecado e condenação. Vejamos alguns textos: Mt 16.6, 11-12; Mc 8.15; Lc 12.1. compare ainda o texto de Levítico 2.11.

     Quando Deus tira seu povo da escravidão do Egito, institui festas para que eles nunca mais esquecessem do grande Poder que o SENHOR tem. A Festa de Pães Ázimos aponta para a libertação do povo de Deus da influência do Egito (um povo idólatra e que não conhecia o verdadeiro Deus). Retirar o fermento, significava tirar toda a influência do sistema mundo, significava passar pelo processo de limpeza, purificação, libertação, consagração e santificação. Não deixe de ler: Dt 16.3, 1Coríntios 5.7-8; Gálatas 5.9,13.

     Jesus instituiu a Santa Ceia na Páscoa, o que significa dizer que o pão que ele usou foi justamente um pão sem fermento. Um pão que simbolizava seu próprio corpo, sem pecado, sem corrupção ou decomposição. Ele nos chama para comer deste pão, que aponta para uma nova vida. Uma vida, segundo o apóstolo Paulo, sem maldade, malícia ou impureza, e cheia da sinceridade e da verdade (1 Co 5.8).

     Tirareis o fermento das vossas casas! Você já imaginou quanto da influência deste mundo está dentro da sua casa, sobre seu casamento, na educação dos seus filhos, no seu modo de vida e até mesmo na sua fé. A festa dos pães asmos nos conclama a fazer uma limpeza em nossa vida, tirar a influência das inovações do Egito (sistema mundo - corrupto e longe de Deus) de todo e qualquer canto do nosso coração. Vivamos os asmos da sinceridade e da verdade na presença daquele que deseja que vivamos de modo santo (1Ts 4.3; 1 Pe 1.13-16; Hb 12.14).

Rev. Everton Matheus.
 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

POR QUE EXISTEM TANTAS IGREJAS?

16/11/2019

1/7
Please reload

Posts Recentes

November 14, 2019

November 6, 2019

November 5, 2019

October 30, 2019

October 23, 2019

October 16, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square