Siga nossa igreja:

R. Padre Duarte, 1663

Araraquara - SP

CEP: 14801-310

Fale conosco:

Informativos

Mensagem: PARÁBOLA DA REDE

July 23, 2019

 

 

FAZENDO O QUE NOS CABE FAZER

 

     A sabedoria bíblica no livro de Eclesiastes nos apresenta a necessidade de considerar como as coisas terminam. E quem faz isto vive a vida de modo mais intenso, aproveita mais as oportunidades e não perde tempo tentando realizar aquilo que não lhe cabe. Nesse sentido o exemplo da pesca por arrastão é fascinante. Não dá para avaliar quantos peixes entrarão na rede, nem sua qualidade ou tamanho. Seria impossível tentar fazer a separação durante o processo. Em relação a vida espiritual a revelação sobre a salvação deve me conduzir a gratidão demonstrada pela obediência. Paulo afirma que se não há ressurreição nossa fé é vã.

     Nesta premissa, o Senhor Jesus nos traz uma mensagem que ressalta a necessidade de considerar o presente em função do vindouro. Realizando o que nos cabe fazer, porém sem desconsiderar que o final, um dia chegará!

          Na parábola da Rede (Mt 13.47-50), fica claro que o foco está na ação presente de recolher os peixes de toda espécie (v.47) e na ação futura quando na consumação do século (v. 49) haverá o julgamento, o dia final. Jesus nos ensina sobre: O CONTRASTE ENTRE A AÇÃO DO REINO NA ERA PRESENTE E NA ERA VINDOURA

      Enquanto que em nossos dias (era presente) a igreja (agente do reino) lança as redes e recolhe um diversidade de peixes, ou seja, prega a toda criatura em todos os cantos e confins da terra, sem fazer acepção de pessoas ou escolhendo à quem devemos anunciar ou não, na consumação do século (era vindoura) ocorrerá uma separação definitiva. A Bíblia nos afirma com todas as letras sobre o dia final (cp 13.41-43). A Parábola deixa claro que haverá a consumação do século, marcada pelo julgamento e definição do estado final. Da mesma forma que a parábola do joio afirma que haverá separação entre o trigo e o joio, a parábola da rede afirma que haverá separação entre os peixes “JUSTOS” e os peixes ruins. Enquanto que uns entrarão no cesto, outros serão lançados fora, na fornalha acesa.

       Aqui vemos a necessidade de fazer nossa tarefa enquanto é dia, sabendo que o final chegará. Não nos cabe querer estabelecer durante o processo aquilo que não é da nossa competência. Fomos chamados à lançar redes e enchê-las, cumprindo a missão, quanto ao fechamento do plano salvífico pertence ao SENHOR.

 

Rev. Everton Matheus

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

POR QUE EXISTEM TANTAS IGREJAS?

16/11/2019

1/7
Please reload

Posts Recentes

November 14, 2019

November 6, 2019

November 5, 2019

October 30, 2019

October 23, 2019

October 16, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square